TERRA EDUCAÇÃO – 19/08/2019 – SÃO PAULO, SP

FGV vai oferecer graduação em Ciência de Dados

DA REDAÇÃO

Apesar de pouco conhecida, a Ciência de Dados já influencia o cotidiano de qualquer pessoa que tenha perfis em redes sociais na internet, use aplicativos de trânsito no celular ou assine serviços de transmissão de vídeos ou música, como o Netflix ou o Spotify. É a ciência por trás de algoritmos que são a base das sugestões de novos amigos, álbuns e filmes feitas nessas plataformas, com base nas informações que os próprios usuários produzem.

Interdisciplinar, a área acaba de ganhar seu primeiro curso de graduação, autorizado em caráter experimental pelo Ministério da Educação (MEC) há pouco mais de um mês. O primeiro bacharelado em Ciência de Dados no Brasil será oferecido pela Escola de Matemática Aplicada (Emap) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) no Rio, no primeiro semestre de 2020.

A grade curricular é, em parte, adaptada do curso de Matemática Aplicada, que já é oferecido pela escola há oito anos. Além de Matemática e Estatística, os alunos terão aulas de programação e oito disciplinas focadas no tema do curso.

`O objetivo é não só desenvolver essa área de pesquisa na FGV, mas educar o maior número possível de pessoas para usar essa técnica disponível da melhor maneira`, diz o professor Yuri Saporito, que será o coordenador do curso.

O plano de inaugurar uma graduação em Ciência de Dados surgiu quando os professores perceberam que ex-alunos da escola já estavam se encaminhando para empregos nessa área. Hoje, as vagas geralmente são preenchidas por quem se forma em Ciência da Computação, Matemática e cursos de Engenharia. `A própria pesquisa da Emap estava voltada para a Ciência de Dados, em vários sentidos. Já havia vários professores trabalhando com esse tema`, conta Saporito. `O objetivo não é só desenvolver a pesquisa, mas educar o maior número possível de pessoas para usar essa técnica`.

Antes do curso da FGV, a Ciência de Dados já era oferecida como curso tecnológico ou especialização em universidades como o Mackenzie e a Cruzeiro do Sul, por meio de Ensino à Distância (EAD).