Clipping
CLIPPING
 

As matérias e artigos a respeito de escolha profissional e profissões ficam disponíveis durante o mês corrente. 

Voltar

Nova pagina 9

UOL EDUCAÇÃO – 14/09/2017 – SÃO PAULO, SP

5 motivos para estudar no Canadá

POR HOTCOURSES BRASIL

O Canadá é o país mais popular entre os estudantes brasileiros atualmente, segundo a mais recente pesquisa de mercado Selo Belta.

Se você não sabe por que ou se ainda não considerou o país como o seu destino de estudo, a seguir, nós listamos cinco razões principais – dentre inúmeras – para estudar no Canadá!

1. Qualidade do ensino

O ensino superior do Canadá é um dos melhores do mundo! No último ranking global da Times Higher Education, três universidades canadenses ficaram no top 50:

24ª) University of Toronto;

40ª) University of British Columbia;

42ª) McGill University

Apesar de estas serem as mais renomadas mundialmente, há várias outras opções de universidades e faculdades de alta qualidade, como a University of Calgary, Fleming College, Ryerson University, Fanshawe College, Humber College e Douglas College.

2. Moeda oficial e custo de vida mais baratos

O dólar canadense é mais barato do que a moeda oficial de alguns dos destinos de estudo mais famosos do mundo, como o dólar americano; a libra esterlina, do Reino Unido; e o euro, que é oficial em 19 países da Europa, incluindo Irlanda, Alemanha, Itália, Espanha, Portugal, Malta, Holanda e França.

Moeda Cotação em relação ao real*

Dólar Canadense (C$) 2,57

Dólar Americano (US$) 3,12

Libra Esterlina (£) 4,14

Euro (€) 3,74

*Cotação no dia 13 de setembro de 2017.

Além disso, o custo de vida no Canadá pode ser mais barato do que os mesmos destinos de estudo citados acima.

Segundo o site Numbeo, Toronto, por exemplo, tem um custo de vida mais barato do que em Nova York (o valor do aluguel de um imóvel é 59% mais baixo), Londres, Dublin, Paris, Sydney e Auckland.

Sem contar que o preço de uma graduação também pode ser mais acessível. Os estudantes internacionais pagam em média US$ 29.947 por ano no Canadá, enquanto nos EUA e Reino Unido, uma graduação custaria em média US$ 35.045 e US$ 36.564 respectivamente (de acordo com uma pesquisa do HSBC de 2014).

3. Cursos de idioma

Nós divulgamos recentemente que os cursos de idioma no país estão cada vez mais populares entre os brasileiros. O crescimento não é à toa! Primeiramente, o Canadá tem duas línguas oficiais, a inglesa e a francesa. Ou seja: ele é um país oficialmente bilíngue! Assim, você pode escolher o Canadá como destino de estudo para aprender o inglês ou o francês.

Apesar de ter dois idiomas reconhecidos, o inglês é mais comum na maioria das províncias e regiões do país (o francês é oficial no Quebec e em algumas regiões de Ontário, New Brunswick e Manitoba).

O Canadá tem diversas escolas de idiomas famosas espalhadas pelo país, como a Kaplan e a ILAC, apesar de Vancouver e Toronto serem os destinos mais procurados pelos estrangeiros. O país é especialmente popular graças às variedades de opções disponíveis: cursos de poucas semanas a vários meses, programas de férias, programas de verão, inglês para negócios, etc.

Várias universidades, como a Universiy of Toronto, oferecem Programas de Inglês para estudantes estrangeiros, que servem também como um preparatório para quem quer estudar no Canadá no nível acadêmico, mas ainda não tem a fluência mínima exigida.

4. Multiculturalismo

O Canadá é verdadeiramente um país multicultural. Não só isso, nele, as diferenças são valorizadas. Ele foi o primeiro país do mundo a adotar oficialmente uma política de multiculturalismo, entre os anos 70 e 80, para enfatizar a importância social da imigração. O Ato do Multiculturalismo reconhece o caráter multicultural da sociedade canadense.

Em 2016, o Primeiro Ministro Justin Trudeau criou o programa #WelcomeRefugees para acolher no país refugiados sírios; e desde o seu início, mais de 40 mil expatriados fugindo da guerra civil encontraram um lar no Canadá.

Estas e outras iniciativas comprovam o comprometimento, reconhecimento e valorização da natureza multicultural de sua população. Há dez anos, aproximadamente um em cinco habitantes do Canadá nasceu no exterior, e este número só tente a aumentar.

5. Você pode trabalhar no país após os estudos

Depois de concluir os seus estudos no Canadá, você pode solicitar a troca do seu visto de estudante por um de trabalho. A Post-Graduation Work Permit (PGWP) é uma autorização para permanecer no país e trabalhar por um período determinado.

Dependendo do curso que você terminou no Canadá, você pode conquistar experiência de trabalho no país por até três anos! Com a sua PGWP, é possível exercer uma função profissional remunerada no Canadá e também se inscrever para a Residência Permanente.

Extra:

O governo do Canadá tem um site oficial excelente para orientar e informar os estrangeiros que pretendem estudar no país. O Canadian Immigration and Citizenship, como o próprio nome diz, serve para questões de Imigração e Cidadania Canadense, incluindo estudos.