bool(false)

UOL EDUCAÇÃO – 20/05/2021 – SÃO PAULO, SP

5 destinos de estudo na Europa

POR HOTCOURSES BRASIL

Interessado em estudar na Europa, mas pretende fugir dos destinos mais comuns (Reino Unido e Irlanda)? Pois temos algumas opções incríveis a seguir!

1. Alemanha

Graduações gratuitas. Sim, você leu certo! A Alemanha não cobra pelos seus bacharelados mesmo para estudantes estrangeiros. As universidades costumam ter apenas uma taxa administrativa por semestre de aproximadamente € 250 para conseguir alguns dos serviços sociais e estudantis.

Mas tem um detalhe: a maioria das graduações (quase) gratuitas é ministrada em alemão. No entanto, há diversas opções de estudo totalmente em inglês, em especial, pós-graduações. Em ambos os casos, você precisará comprovar proficiência adequada com um teste oficial.

Segundo uma pesquisa realizado pelo DAAD, organização oficial alemã de intercâmbios acadêmicos, em 2020, a Alemanha era um dos países mais populares do mundo entre estudantes internacionais de ensino superior, atraindo quase 320.000 pessoas de 2019 a 2020.

De fato, um estudo da MMA já previa que a Alemanha poderia se tornar o destino de estudo mais popular da Europa, superando inclusive o Reino Unido, que vem passando por alguns anos de incertezas e mudanças de políticas devido à Brexit.

Só mais uma prova da popularidade do país: Berlim foi eleita a quinta melhor cidade estudantil do mundo no ranking QS Best Student Cities, na frente de grandes destinos como Montreal, Paris, Sydney e Seoul.

As melhores universidades da Alemanha:

• LMU Munich

• Technical University of Munich

• Heidelberg University

• Charité Universitätsmedizin Berlin

• University of Tübingen

2. Suécia

A Suécia se destaca como um destino de estudo progressivo, criativo, inovador e igualitário. Ela é ideal para uma experiência estudantil holística e já presenteou o mundo com o Spotify e o Candy Crush.

Um dos maiores exemplos da reputação intelectual da Suécia é que o Prêmio Nobel foi criado no país em 1895. Ele reconhece avanços e trabalhos revolucionários na literatura, paz, cultura, ciência e física até os dias de hoje.

Muito além do ensino superior, a Suécia é reconhecidamente um país progressista, no estilo de vida, na cultura, na política, na sustentabilidade etc. Além disso tudo, a Suécia é um país acolhedor, que valoriza a internacionalização e incentiva as suas universidades a admitir estudantes estrangeiros.

As melhores universidades da Suécia:

• Karolinska Institute;

• Lund University;

• Uppsala University;

• Stockholm University;

• University of Gothenburg.

3. França

De um curso de francês e programa de au pair a mestrados e doutorados, a França é um destino de estudo com ensino superior de alta qualidade, com três universidades entre as 100 melhores do mundo no ranking da Times Higher Education.

Primeiramente, há um site oficial do ensino francês em português especificamente para atrair estudantes brasileiros, o Campus France Brasil. O país já ganhou 62 prêmios Nobel e a educação é prioridade do governo – equivale a 20% de todo o orçamento do Estado.

A França é um país mergulhado em história e cultura e, como estudante internacional, você tem descontos para visitar museus, teatros e cinemas, assim como nos transportes públicos e em redes de restaurantes.

Como a quinta maior potência econômica do mundo, o país tem algumas das empresas multinacionais mais famosas, nas quais você pode conseguir um emprego após formado, como Airbus, L’Oréal e Danone.

As melhores universidades da França:

• Paris Sciences et Lettres – PSL Research University Paris;

• École Polytechnique;

• Sorbonne Université;

• Université de Paris;

• Université Paris-Saclay.

4. Itália

A Itália tem 89 instituições de ensino superior à sua escolha, de universidades estaduais e institutos de pós-graduação a escolas superiores. Inclusive, é nela em que se encontra a universidade mais antiga do mundo ocidental, a Universidade de Bologna. O Politecnico di Milano, por exemplo, é a 20ª melhor escola de Engenharia e Tecnologia do mundo no ranking da QS.

Você pode escolher esse destino para aprender ou melhorar a sua proficiência no italiano, um idioma apaixonante, ou então optar por um entre as dezenas de cursos acadêmicos ministrados em inglês no país.

Os estudos na Itália são particularmente fortes nas áreas de artes, moda, design, história e estudos culturais. Há inúmeras escolas de design e moda localizadas por todo o país, incluindo IED (Istituto Europeo di Design), que tem escolas em Milão, Cagliari, Como, Florença, Roma, Torino e Veneza.

E, claro, não podemos deixar de mencionar: já pensou provar todas as delícias da cozinha italiana direto na fonte?

As melhores universidades da Itália:

• University of Bologna

• Scuola Superiore Sant`Anna – Pisa

• Scuola Normale Superiore di Pisa

• Sapienza Università di Roma

• Università degli Studi di Padova

• Università Vita-Salute San Raffaele

5. Finlândia

A Finlândia é uma referência mundial quando o assunto é educação. A cultura nacional valoriza o ensino; toda a população tem acesso a bibliotecas públicas; o país tem liberdade de expressão e informação; e pessoas de quaisquer históricos, formação, classe social e nível de renda conseguem cursar uma universidade no país.

Com apenas 5,5 milhões de habitantes, a Finlândia está entre os dez países mais felizes do mundo desde 2013 no World Happiness Report graças à qualidade de vida, igualdade de renda, bem-estar social, democracia, liberdade de escolhas pessoais, entre outros fatores.

Outro atrativo da Finlândia como destino de estudo são as suas paisagens naturais – inclusive, é um dos principais locais do mundo para ver a aurora boreal. Ah, e quase todo mundo por lá fala inglês!

As melhores universidades da Finlândia:

• University of Helsinki;

• Aalto University;

• University of Oulu;

• Tampere University;

× clique aqui e fale conosco pelo whatsapp