bool(false)

REVISTA GESTÃO UNIVERSITÁRIA – 12/11/2020 – BELO HORIZONTE, MG

Conheça os maiores cursos por modalidade e rede de ensino

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO INEP – 

Dados do Censo da Educação Superior 2019 apontam para tendências relacionadas aos cursos de graduação e à modalidade de ensino nas redes federal e privada. Entre outros aspectos, o levantamento mostra que 70% dos cursos com mais matrículas em ensino a distância (EaD) da rede federal são voltados à formação de docentes, com destaque para o curso de pedagogia, que possui o maior número nessa modalidade, tanto nas instituições federais (12.335) quanto nas privadas (515.057). A graduação em direito se destaca entre os cursos presenciais com o maior percentual (17,6%) de estudantes matriculados nessa modalidade de ensino, na rede privada. Por outro lado, nota-se um equilíbrio maior no número de matrículas em cursos presenciais da rede federal.

O censo aponta para o EaD, na rede federal, como alternativa relevante à formação de professores no Brasil. Pedagogia (15,2%), matemática (11,8%) e letras português (8,1%) figuram como os três cursos direcionados à docência com o maior número de alunos matriculados na modalidade a distância, em instituições federais. Em seguida, aparecem biologia (4,9%), geografia (3,6%), computação (3,4%) e física (3,3%), todos voltados à formação de docentes. Na rede privada, pedagogia também figura como o curso que possui o maior número de estudantes em graduações a distância, com 22,5% dos alunos.

Entre os cursos presenciais, direito desponta como a graduação com o maior número de alunos matriculados (744.030) na rede privada. Em seguida, estão administração, com 309.643 (7,3%) matrículas, e enfermagem, com 251.450 (5,9%). O equilíbrio entre os três primeiros é maior quando se trata da modalidade presencial, na rede pública de ensino: administração (3,6%), pedagogia (3,5%) e direito (3,3%).

Censo da Educação Superior – O objetivo do levantamento é oferecer informações detalhadas sobre a situação e as tendências do setor, assim como guiar as políticas públicas de educação. Após a divulgação, os dados passam a figurar como estatísticas oficiais da educação superior. O censo subsidia a formulação, o monitoramento e a avaliação de políticas públicas da educação superior, além de contribuir para o cálculo de indicadores de qualidade, como o Cálculo Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos (IGC). A atuação do Inep se concentra na apuração, na produção e no tratamento das estatísticas.

Apresentação | Censo da Educação Superior 2019
Microdados | Censo da Educação Superior 2019
Notas Estatísticas | Censo da Educação Superior 2019
Sinopse Estatística | Censo da Educação Superior 2019
Tabelas de Divulgação | Censo da Educação Superior 2019
Indicadores de Fluxo da Educação Superior

× clique aqui e fale conosco pelo whatsapp