bool(false)

Portal G1, https://g1.globo.com/economia/pme/pequenas-empresas-grandes-negocios/noticia/2019/12/29/inteligencia-artificial-ganha-espaco-nas-empresas-brasileiras.ghtml, 29/12/2019

Inteligência artificial ganha espaço nas empresas brasileiras

Conheça duas startups que estão na linha de frente dessa revolução.

Por Juliana Munaro

A inteligência artificial é uma tecnologia que se torna cada vez mais presente em nossas vidas. Em todo o mundo, esse mercado deve movimentar o equivalente a cerca de R$ 100 bilhões até 2025. Entre as empresas brasileiras, a presença da tecnologia no atendimento aos clientes deve mais do que dobrar de tamanho nos próximos 18 meses. Conheça duas startups que estão na linha de frente dessa revolução.

Felipe Almeida comanda uma startup que desenvolve um robô que é um assistente de voz, ou “VDA” – sigla para “Voice Digital Assistant”. “O que a gente faz é digitalizar a comunicação e a interação entre os clientes e as empresas, utilizando tecnologia pra colocar automação e robôs e inteligência nesse processo”, explica.

Para o robô ser mais humanizado e não ter aquela voz robótica, a startup faz uma gravação com uma pessoa, com textos específicos. Esse arquivo é enviado para a máquina, que vai aprender e, a partir daí, falar.

Simone Rocha é chefe de atendimento em uma corretora de investimentos que usa os robôs do Felipe no primeiro contato com os consumidores: “Nós temos um trabalho de curadoria muito forte, onde identificamos as principais dúvidas dos clientes e vimos que muito delas são simples, mas essenciais pra tomada de decisão no investimento”.

Atualmente, mais da metade das empresas estão buscando formas de utilizar inteligência artificial. No Brasil, 37% já utilizam a tecnologia no atendimento ao consumidor, que hoje é o setor com maior número de soluções usando inteligência artificial. Mas essa tecnologia pode trazer benefícios para outras áreas, como educação e saúde.

O empreendedor Luiz Augusto Mota Filho, por exemplo, aproveitou a grande quantidade de dados na área farmacêutica para criar uma plataforma de simulação no computador. Com ela, para entender os efeitos de uma substância, em vez de testá-la em animais de laboratório, a simulação é feita no computador.

“A inteligência artificial, o conceito dela, é basicamente a gente receber dados na máquina, conseguir interpretar esses dados e fazer comparações com bibliotecas de informações que a gente desenvolve”, explica Luiz Augusto.

A ferramenta é utilizada por indústrias farmacêuticas, de cosméticos e até por empresas que produzem defensivos agrícolas.

A pergunta que muita gente pode estar fazendo é: essas máquinas inteligentes podem roubar o meu emprego? A resposta é: depende. “As atividades muito operacionais poderiam ser feitas por um robô – e isso é natural que sejam feitas. O ser humano é inteligente e a diferença vai ser ele usar as suas características de inteligência no tratamento da informação”, afirma o consultor Fábio Câmara.

ALTOX
Telefone: (11) 3777-4820
Email: atendimento@altox.com.br
Site: https://altox.com.br/

LOUD VOICE SERVICES
Telefone: (11) 97477-4675
Site: https://loudvoiceservices.com/

ORANGE FOUNDERS
Site: https://www.orangefounders.com/pt
E-mail: fabio.camara@fcamara.com.br

CENTRO UNIVERSITÁRIO FEI – CAMPUS SÃO BERNANDO DO CAMPO
Av. Humberto de Alencar Castelo Branco, 3972-B – Assunção
São Bernardo do Campo – SP
Telefone: (11) 4353-2900
Site: https://portal.fei.edu.br/
Facebook: https://www.facebook.com/fei
Instagram: https://www.instagram.com/feionline/

× clique aqui e fale conosco pelo whatsapp