– Brasil tem 1,6 milhão de pessoas trabalhando como entregadores ou motoristas de aplicativos (04/2023)

Brasil tem 1,6 milhão de pessoas trabalhando como entregadores ou motoristas de aplicativos Pesquisa inédita identificou o perfil dessas categorias profissionais; idade média de entregadores é de 33 anos, enquanto motoristas têm 39. Por Lorena Lara, g1* O Brasil tem hoje 1.660.023 pessoas trabalhando como motoristas ou entregadores de aplicativos. Leia mais…

– Trabalho em novas dimensões (11/2022)

Trabalho em novas dimensões Por Marcio Pochmann. Terapia Política* O horizonte da centralidade da relação salarial perdeu força com a ruína da sociedade industrial. Há mais de três décadas, o ingresso passivo e subordinado na globalização foi acompanhado do reposicionamento do Brasil na Divisão Internacional do Trabalho, interrompendo a industrialização nacional. Leia mais…

– Semana de 4 dias de trabalho: um ano após adotar modelo, profissionais e executivos brasileiros dizem que produtividade aumentou (06/2023)

Semana de 4 dias de trabalho: um ano após adotar modelo, profissionais e executivos brasileiros dizem que produtividade aumentou Poucas empresas no Brasil adotaram a semana reduzida, e a maioria são startups. Projeto internacional quer ampliar modelo no país e fará teste no 2º semestre. Por Anaísa Catucci e Bibiana Leia mais…

– Futuro do trabalho: veja as profissões que mais crescem no mundo e as que devem desaparecer, segundo relatório (05/2023)

Futuro do trabalho: veja as profissões que mais crescem no mundo e as que devem desaparecer, segundo relatório Documento faz ainda um alerta para governos, empresas e trabalhadores: é preciso investir em formação. Por Jornal Nacional, G1 Uma pesquisa realizada com dados reunidos em 45 países indicou profissões que vão Leia mais…

– Mulheres exaustas não fazem revolução: manifesto pelo direito ao descanso é criado no Brasil Mulheres exaustas não fazem revolução: manifesto pelo direito ao descanso é criado no Brasil (01/2023)

Mulheres exaustas não fazem revolução: manifesto pelo direito ao descanso é criado no Brasil Falar em descanso pode lembrar rede, sombra e água de coco, mas o que o relatório recém-criado traz é luta por igualdade, direitos e imposição de limites. Descansar é revolucionário! SEU TRABALHO / REPORTAGEMPOR: ESTELA AGUIAR-UOL* Hoje Leia mais…

UBERIZANDO A VIDA (03/2023)

  UBERIZANDO A VIDA Luigi Mazza e Renata Buono, Revista Piauí * O Brasil tem hoje 1,7 milhão de pessoas trabalhando na informalidade como motoristas de aplicativo, taxistas e entregadores. É o dobro de seis anos atrás. O crescimento mais impressionante foi o dos entregadores de moto: de 33 mil, Leia mais…

– A revolução do Emprego Digno Garantido (09/2022)

Outras Palavras, https://outraspalavras.net/mercadovsdemocracia/a-alternativa-do-emprego-digno-garantido/, 30/09/2022 A revolução do Emprego Digno Garantido Como superar a herança neoliberal, após derrotar o bolsonarismo? Em carta a Lula e em debate aberto por Lara Resende, economistas propõem que Estado assegure a todos um trabalho com salário digno e direitos. Por que a ideia é transformadora Leia mais…

– Por que a juventude precisa trabalhar menos (12/2022)

Outras Palavras, https://outraspalavras.net/desigualdades-mundo/por-que-a-juventude-precisa-trabalhar-menos/, 21/12/2022 Por que a juventude precisa trabalhar menos Ela foi frontalmente impactada pela flexibilização. Sem postos qualificados e programas de apoio, restaram-lhe jornadas brutais, precarização da vida e desesperança. Só uma nova política criará tempo para educação, lazer e vida social Por Euzébio Jorge Silveira de Sousa, Leia mais…

– ‘A vida é mais que isso’: como a pandemia acelerou a ‘demissão silenciosa’ (10/2022)

Portal UOL , https://tab.uol.com.br/noticias/redacao/2022/10/22/a-vida-e-mais-que-isso-como-a-pandemia-acelerou-o-quiet-quitting.htm, 22/10/20225 ‘A vida é mais que isso’: como a pandemia acelerou a ‘demissão silenciosa’  Edison Veiga Colaboração para o TAB, de Bled (Eslovênia) Até a pandemia de covid-19 mudar tudo, a publicitária Flávia* era uma típica paulistana workaholic, dessas que colocam a carreira acima de tudo Leia mais…

– Trabalhador ou máquina? As 10 ocupações com maior (e menor) chance de sumir no Brasil (07/2022)

Portal G1, https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/07/23/trabalhador-ou-maquina-as-10-ocupacoes-com-maior-e-menor-chance-de-sumir-no-brasil.ghtml, 23/07/2022 Trabalhador ou máquina? As 10 ocupações com maior (e menor) chance de sumir no Brasil Agentes de seguros, motoristas e vendedores de lojas estão entre as ocupações com maiores probabilidades de automação. Entenda o que essas atividades têm em comum e quais são as profissões mais Leia mais…

– Empresa de Rio das Pedras reduz jornada de trabalho para seis horas e vê produtividade crescer 25% (07/2022)

Portal G1, https://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2022/07/23/empresa-de-rio-das-pedras-reduz-jornada-de-trabalho-para-seis-horas-e-ve-produtividade-crescer-25percent.ghtml, 23/07/2022 Empresa de Rio das Pedras reduz jornada de trabalho para seis horas e vê produtividade crescer 25% Funcionária relata que com a nova jornada consegue ter mais tempo para cuidar da saúde e ficar com a família. Projeto visava o bem-estar dos colaboradores, mas trouxe benefícios Leia mais…

– O futuro do trabalho é a servidão às máquinas? (08/2022)

Outras Palavras, https://outraspalavras.net/tecnologiaemdisputa/futuro-do-trabalho-e-a-servidao-as-maquinas/, 10/08/2022 O futuro do trabalho é a servidão às máquinas? A automação é um mito, diz Luke Munn em livro perturbador. Para ele, capitalismo não deseja o fim do trabalho, mas submissão total dos assalariados às plataformas e à inteligência artificial. Nesta lógica, precarização não é mero Leia mais…

– Cadê todo mundo que pediu demissão? Eles estão trabalhando (05/2022)

Estado de São Paulo, https://economia.estadao.com.br/noticias/sua-carreira,cade-todo-mundo-que-pediu-demissao-eles-estao-trabalhando,70004077738, 30/05/2022 Cadê todo mundo que pediu demissão? Eles estão trabalhando Movimento de demissões em massa nos EUA e em outros países acabou se tornando troca de emprego por melhores salários e benefícios Emma Goldberg, The New York Times Se o Applebee’s fosse o sistema solar Leia mais…

– Quando os chefes tudo veem, leem e escutam (09/2022)

Outras Palavras, https://outraspalavras.net/trabalhoeprecariado/quando-os-chefes-tudo-veem-leem-e-escutam/, 09/09/2022 Quando os chefes tudo veem, leem e escutam Viagem ao universo da espionagem patronal. Como eles monitoram humor, sinais de cansaço e amizades dos empregados, até fora do expediente. A gestão despótica dos robôs-capatazes. A saída: enfrentar o poder privado, não só a tecnologia Por Zephyr Teachout no New Leia mais…

– Cadê todo mundo que pediu demissão? Eles estão trabalhando (05/2022)

Estado de São Paulo, https://economia.estadao.com.br/noticias/sua-carreira,cade-todo-mundo-que-pediu-demissao-eles-estao-trabalhando,70004077738, 30/05/2022 Cadê todo mundo que pediu demissão? Eles estão trabalhando Movimento de demissões em massa nos EUA e em outros países acabou se tornando troca de emprego por melhores salários e benefícios Emma Goldberg, The New York Times Se o Applebee’s fosse o sistema solar Leia mais…

– As novas fábricas do capitalismo (06/2022)

Outras Palavras, https://outraspalavras.net/trabalhoeprecariado/as-novasfabricas-do-capitalismo/, 13/06/2022 As novas fábricas do capitalismo Digitalização não acabou com a indústria – ao contrário, tornou-a onipresente. Ela invade a casa e alicia até crianças. Algoritmo é o capataz. Exige pouca qualificação. Captura o tempo livre e o do cuidado. Esgota corpos e mentes. Não tem fronteiras Leia mais…

– Saúde mental: medo de demissão faz profissional trabalhar doente (07/2022)

Estado de São Paulo, https://economia.estadao.com.br/noticias/sua-carreira,saude-mental-medo-demissao-presenteismo-trabalhar-doente,70004116287, 16/07/2022 Saúde mental: medo de demissão faz profissional trabalhar doente Presenteísmo é caracterizado pela presença física, mas ausência de foco; abordagem de cuidado vai além de doenças, olha jornada do funcionário e estrutura organizacional Ludimila Honorato, O Estado de S.Paulo Você começa a trabalhar, está Leia mais…

– Para onde vai o trabalho no Brasil (05/2022)

Outras Palavras, https://outraspalavras.net/trabalhoeprecariado/pochmann-para-onde-vai-o-trabalho-no-brasil/, 16/05/2022 Pochmann: Para onde vai o trabalho no Brasil Classe trabalhadora atravessa novo período histórico. Após o trabalho escravo e o assalariado, emerge fase de informalidade, atividades ilegais e uberização. Dois braços do Estado — o social e o policial — buscam conter a massa empobrecida Por Marcio Leia mais…

– Era Digital e Brasil sob escravidão contemporânea (21/02/2022)

Outras Palavras, https://outraspalavras.net/trabalhoeprecariado/pochmann-era-digital-e-brasil-sob-escravidao-contemporanea/?fbclid=IwAR2szIgdFlxo0nIlMWI8FLQ03ZR-MG-hx6OaYVG_1VcBGEWHy_HpXIrOtjI, 21/02/2022 Era Digital e Brasil sob escravidão contemporânea Na nova divisão internacional do trabalho, países ricos controlam serviços sofisticados. Ao demais, resta ilusão do “empreendedorismo”, que reduz tempo humano à produção incessante de dados e esvazia identidades e pertencimento coletivo Por Marcio Pochmann O Brasil experimenta atualmente a Leia mais…

– Felicidade no trabalho não é ruim, mas não substitui salários decentes (05/2022)

Estado de São Paulo, https://economia.estadao.com.br/noticias/sua-carreira,felicidade-trabalho-bem-estar-beneficios-salarios-decentes,70004072088, 22/05/2022 | Felicidade no trabalho não é ruim, mas não substitui salários decentes Perseguir a felicidade no trabalho pode parecer alquimia corporativa que tenta transformar sentimentos em produtividade; programa de US$ 18 mil ensina como liderar equipes felizes Garry Ridge, que comanda a empresa de Leia mais…

– Trabalhar mais que 6h por dia não o faz mais produtivo; entenda por quê (04/2022)

Estado de São Paulo, https://economia.estadao.com.br/noticias/sua-carreira,trabalho-seis-horas-por-dia-produtividade-entenda-neurociencia,70004033622, 10/04/2022 Trabalhar mais que 6h por dia não o faz mais produtivo; entenda por quê Capacidade de concentração tem limite diário, e cérebro exige pausas para descanso, aponta neurocientista; hiperconectividade na rotina afeta sensação de produtividade Bruna Klingspiegel, O Estado de S.Paulo Você precisa de Leia mais…

– Semana de quatro dias ganha espaço no Brasil em prol do bem-estar profissional (03/2022)

Estado de São Paulo, https://economia.estadao.com.br/noticias/sua-carreira,semana-quatro-dias-ganha-espaco-bem-estar-profissional,70004012799, 19/03/2022 Semana de quatro dias ganha espaço no Brasil em prol do bem-estar profissional Empresas alteram jornada de trabalho sem mexer no salário e mantêm produtividade; para neurocientista, trabalhador sente recompensa ao equilibrar melhor vida pessoal e profissional Bruna Klingspiegel, O Estado de S.Paulo Você Leia mais…

– ‘Antitrabalho’: o movimento que ganhou força na pandemia e se espalha por comunidades online (02/2022)

Portal g1, ECONOMIA, https://economia.uol.com.br/noticias/bbc/2022/02/07/antitrabalho-o-movimento-que-ganhou-forca-na-pandemia-e-se-espalha-comunidades-online.htm, 07/02/2022 ‘Antitrabalho’: o movimento que ganhou força na pandemia e se espalha por comunidades online BBC Worklife Muitos trabalhadores estão frustrados com a natureza da relação de emprego. Mas alguns, já saturados, estão se fazendo uma pergunta maior: qual é o objetivo do trabalho? Chris, profissional Leia mais…

– Em busca de verdadeiras novidades no mundo do trabalho (02/2022)

Portal GGN, https://jornalggn.com.br/trabalho/em-busca-de-verdadeiras-novidades-no-mundo-do-trabalho-por-renata-dutra/, 02/02/2022 Em busca de verdadeiras novidades no mundo do trabalho Vitor Filgueiras, em seu novo livro (“É tudo novo, de novo?”, editado pela Boitempo), contribui para uma significativa organização do debate.   por Renata Dutra[1] Em uma sociedade na qual a circulação de informações é cada vez Leia mais…

– Pensando em pedir demissão do emprego? Faça seis perguntas antes (02/2022)

O Estado de São Paulo, https://economia.estadao.com.br/noticias/sua-carreira,pensando-em-pedir-demissao-do-emprego-faca-seis-perguntas-antes,70003969989, 06/02/2022 Pensando em pedir demissão do emprego? Faça seis perguntas antes Salário, benefícios, colegas de trabalho, volume de tarefas e propósito de vida são questões que devem ser levadas em conta na hora da decisão Jelena Kecmanovic, The Washington Post O Departamento de Trabalho Leia mais…

– A revolução que faz com que quatro milhões de trabalhadores larguem o emprego a cada mês nos EUA (11/2021)

EL PAÍS, https://brasil.elpais.com/internacional/2021-11-23/a-revolucao-que-faz-com-que-quatro-milhoes-de-trabalhadores-larguem-o-emprego-a-cada-mes-nos-eua.html, 23/11/2021 ESTADOS UNIDOS A revolução que faz com que quatro milhões de trabalhadores larguem o emprego a cada mês nos EUA O alto número de baixas altera o mercado de trabalho e dificulta as contratações MARÍA ANTONIA SÁNCHEZ-VALLEJO Nova York – 23 NOV 2021 – 20:16 BRT As entrevistas de saída do Leia mais…

– No Brasil, home office se torna realidade para poucos (12/2021)

Estado de São Paulo, https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,no-brasil-home-office-foi-realidade-para-poucos,70003938626, 31/12/2021 No Brasil, home office se torna realidade para poucos Adoção do trabalho remoto só ‘pegou’ em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro, aponta pesquisa Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo RIO – Ao longo da pandemia, o trabalho remoto virou tema de debate. Leia mais…

– Capitalismo cognitivo e crise do trabalho (11/2021)

Outras Palavras, https://outraspalavras.net/trabalhoeprecariado/pochmann-capitalismo-cognitivo-e-crise-do-trabalho/, 08/11/2021 Capitalismo cognitivo e crise do trabalho Uma mudança profunda está em curso no sistema produtivo: o labor imaterial, gerido por algoritmos e inteligência artificial. Frente a patrões sem rosto e exércitos de precarizados, o trabalho prescrito vai dando lugar ao improviso e à alienação por Marcio Pochmann* A palavra crise tem Leia mais…

– Emprego líquido contra emprego sólido, a grande mudança nas condições de trabalho já chegou (05/2021)

El País, https://brasil.elpais.com/economia/2021-05-13/emprego-liquido-contra-emprego-solido-a-grande-mudanca-nas-condicoes-de-trabalho-ja-chegou.html, 21/05/2021 Emprego líquido contra emprego sólido, a grande mudança nas condições de trabalho já chegou A nova economia traz um novo quadro de relações trabalhistas e exige outras formas de regulação e proteção do emprego se não quisermos perder os direitos conquistados há décadas MIQUEL ECHARRI No Leia mais…

– Trabalhar cansa, e descansar nos deixa esgotados (04/2021)

El País, https://brasil.elpais.com/cultura/2021-04-26/trabalhar-cansa-e-descansar-nos-deixa-esgotados.html?utm_source=Facebook&ssm=FB_BR_CM?event_log=fa&prod=REGCRARTBR&o=cerrbr, 26/04/2021 Trabalhar cansa, e descansar nos deixa esgotados As esferas do trabalho e do lazer, cada vez mais confundidas, levam a arte a proteger o tempo improdutivo contra a obrigação moral de aproveitá-lo JAVIER MONTES Farejando o mundo pós-covid-19, o lobo corporativo já mostra suas garras sob a Leia mais…

– Por que semana de quatro dias é ‘sucesso gigantesco’ na Islândia (07/2021)

Portal G1, https://g1.globo.com/economia/noticia/2021/07/06/por-que-semana-de-quatro-dias-e-sucesso-gigantesco-na-islandia.ghtml, 06/07/2021 Por que semana de quatro dias é ‘sucesso gigantesco’ na Islândia Maioria dos trabalhadores na Islândia agora trabalha em horários mais curtos pelo mesmo salário. Por BBC Os testes de uma semana de trabalho de apenas quatro dias na Islândia foram um “sucesso esmagador”, segundo pesquisadores. Leia mais…

– O perigo de definirmos nossa identidade pelo trabalho (05/2020)

BBC Brasil, https://www.bbc.com/portuguese/vert-cap-56941524?at_custom1=%5Bpost+type%5D&at_custom3=BBC+Brasil&at_campaign=64&at_custom4=80BECDCA-C548-11EB-B21C-37D5923C408C&at_custom2=facebook_page&at_medium=custom7, 28/05/2020 O perigo de definirmos nossa identidade pelo trabalho Kate Morgan, BBC Worklife   O sobrenome mais popular na Alemanha e na Suíça é Müller, enquanto na Ucrânia é Melnik; ambos podem ser traduzidos como empregado ou proprietário de moinho. Na Eslováquia, o sobrenome mais comum é Varga, Leia mais…

– LIFELONG LEARNING: APRENDER SEMPRE É CHAVE PARA O PROFISSIONAL DO FUTURO (11/2020)

Estado de São Paulo, https://www.estadao.com.br/infograficos/economia,lifelong-learning-aprender-sempre-e-chave-para-o-profissional-do-futuro,1132808, 21/11/2020 LIFELONG LEARNING: APRENDER SEMPRE É CHAVE PARA O PROFISSIONAL DO FUTURO Transformação do mercado de trabalho e longevidade inspiram cursos mais flexíveis para atender às novas jornadas de aprendizagem e educação continuada Texto: Nathalia Molina e Fernando Victorino, especiais para o Estadão / Ilustrações: Leia mais…

– ESTUDO APONTA AS 21 PROFISSÕES DO FUTURO PARA OS PRÓXIMOS ANOS; CONFIRA (10/2020)

Estado de São Paulo, https://www.estadao.com.br/infograficos/educacao,estudo-aponta-as-21-profissoes-do-futuro-para-os-proximos-anos-confira,1129752, 216/10/2020 ESTUDO APONTA AS 21 PROFISSÕES DO FUTURO PARA OS PRÓXIMOS ANOS; CONFIRA Mundo do trabalho vive mudanças profundas, que se acentuarão com a tecnologia cada vez mais ditando o ritmo das transformações Texto: Renato Jakitas O emprego passa por uma mudança profunda. E nos próximos oito Leia mais…

– MUITO ALÉM DO SALÁRIO: PROFISSIONAIS MIRAM BENEFÍCIOS AO ESCOLHER EMPRESAS (10/2020)

Estado de São Paulo, https://www.estadao.com.br/infograficos/economia,muito-alem-do-salario-profissionais-miram-beneficios-ao-escolher-empresas,1127888, 17/10/2020 MUITO ALÉM DO SALÁRIO: PROFISSIONAIS MIRAM BENEFÍCIOS AO ESCOLHER EMPRESAS Candidatos disputam vagas de trabalho de olho em facilidades como horário flexível e home office, diz pesquisa; do lado de lá, saiba como as corporações fazem para atrair os melhores talentos Marina Dayrell Na Leia mais…

– 24 mudanças trazidas pelo coronavírus que devem sobreviver à pandemia (11/2020)

Estado de São Paulo, https://www.estadao.com.br/infograficos/economia,24-mudancas-trazidas-pelo-coronavirus-que-devem-sobreviver-a-pandemia,1122998, 19/11/2020 24 mudanças trazidas pelo coronavírus que devem sobreviver à pandemia Dos juros baixos e da “desglobalização” ao home office e ao comércio eletrônico; do ensino a distância e da telemedicina às lives e à mudança do “dress code” de trabalho, confira as transformações que vão Leia mais…

– Habilidade de continuar aprendendo vira regra de ouro no mercado de trabalho (10/2020)

Estado de São Paulo, https://economia.estadao.com.br/noticias/sua-carreira,habilidade-de-continuar-aprendendo-vira-regra-de-ouro-no-mercado-de-trabalho,70003461612, 03 de outubro de 2020 Habilidade de continuar aprendendo vira regra de ouro no mercado de trabalho Para presidentes da Microsoft e do LinkedIn no Brasil, à frente de iniciativa educacional conjunta, reciclagem de profissionais deve envolver soft skills e conhecimentos em TI Ana Paula Leia mais…

– A sociedade dos empregos de merda (06/2018)

Outras Palavras, https://outraspalavras.net/desigualdades-mundo/a-sociedade-dos-empregosdemerda/, 07/09/2020 A sociedade dos empregos de merda Como o capitalismo contemporâneo cria sem cessar ocupações inúteis, enquanto remunera muito mal as mais necessárias. Quais as alternativas? Garantia de trabalho? Ou Renda Cidadã Universal? OUTRASPALAVRAS, DESIGUALDADES,  David Graeber, entrevistado por Eric Allen Been, na Vice| Tradução: Antonio Martins Há seis excelentes textos de Leia mais…

– Quais são as carreiras do futuro? (10/2020)

Estado de São Paulo, https://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,quais-sao-as-carreiras-do-futuro,70003464761, 06/10/2020 Quais são as carreiras do futuro? Pandemia deixa em evidência profissionais com a rotina de trabalho relacionada a saúde, bem-estar, finanças e revolução digital Ocimara Balmant e Alex Gomes, Especiais para o Estado “No que você pretende trabalhar no futuro?” A questão que sempre Leia mais…

– Como os fins de semana de três dias podem contribuir para salvar o mundo (09/2016)

EL PAIS, https://brasil.elpais.com/brasil/2016/09/09/economia/1473414757_799938.html?utm_source=Facebook&ssm=FB_BR_CM#Echobox=1592623345, 13/09/2016 Como os fins de semana de três dias podem contribuir para salvar o mundo A redução do número de horas de trabalho não só melhoraria a vida social e familiar dos trabalhadores; está relacionada com uma queda notável do consumo de energia ALEX WILLIAMS Alguns estados Leia mais…

Inferno em casa: o pesadelo de pais e filhos obrigados a conviver sob mesmo teto por falta de dinheiro (04/2019)

Época Negócios, https://epocanegocios.globo.com/Dinheiro/noticia/2019/04/inferno-em-casa-o-pesadelo-de-pais-e-filhos-obrigados-conviver-sob-mesmo-teto-por-falta-de-dinheiro.html, 10/04/2019 Inferno em casa: o pesadelo de pais e filhos obrigados a conviver sob mesmo teto por falta de dinheiro Tendência é verificada não só no Brasil, mas também nos EUA e em vários países europeus, todos abalados pela crise econômica de 2008 ·        BBC NEWS É Leia mais…

A pressão para amar o trabalho vai acabar com nossos hobbies? (11/2019)

Portal UOL, TAB,https://tab.uol.com.br/noticias/redacao/2019/11/26/a-pressao-por-amar-o-trabalho-esta-acabando-com-nossos-hobbies.htm, (11/2019) A pressão para amar o trabalho vai acabar com nossos hobbies? Luiza Pollo, Da agência Eder Content, colaboração para o TAB, em São Paulo Criar uma marca nunca foi tão fácil. Com acesso à internet e a um celular, você pode abrir uma página no Instagram Leia mais…

Grandes mudanças nas relações de trabalho: O que precisa ser feito é aceitar as transformações e ajustar leis trabalhistas e demais instituições de proteção do emprego a essa nova realidade (05/2019)

Estado de São Paulo, 01/05/2019 Grandes mudanças nas relações de trabalho O que precisa ser feito é aceitar as transformações e ajustar leis trabalhistas e demais instituições de proteção do emprego a essa nova realidade Celso Ming, O Estado de S.Paulo O desemprego é uma experiência tão traumática que tende Leia mais…

‘O trabalho está matando as pessoas e ninguém se importa’, diz professor de Stanford

BBC,      https://www.bbc.com/portuguese/geral-47700202, 27/03/2019 ‘O trabalho está matando as pessoas e ninguém se importa’, diz professor de Stanford Cecilia BarríaDa BBC News Mundo O escritor e pesquisador Jeffrey Pfeffer não considera que sua frase “trabalho está matando as pessoas e ninguém se importa” seja uma metáfora. O professor da Escola Leia mais…

Dificuldade de concentração e interrupções são as principais queixas de quem trabalha de casa, diz pesquisa: Estudo aponta ainda que a maioria das pessoas optam pelo home office para melhorar sua produtividade e estar com a família (11/2017)

Nova pagina 1 Portal G1, https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/dificuldade-de-concentracao-e-interrupcoes-sao-as-principais-queixas-de-quem-trabalha-de-casa-diz-pesquisa.ghtml , 09/11/2017 ECONOMIA Dificuldade de concentração e interrupções são as principais queixas de quem trabalha de casa, diz pesquisa Estudo aponta ainda que a maioria das pessoas optam pelo home office para melhorar sua produtividade e estar com a família. Por Karina Trevizan, G1 Leia mais…

O futuro das profissões na era tecnológica: Substituição do homem por robôs provoca apreensão quanto à permanência do trabalho humano; acadêmicos rejeitam pessimismo (06/2017)

Nova pagina 3 UOL EDUCAÇÃO – 13/06/2017 – SÃO PAULO, SP O futuro das profissões na era tecnológica Substituição do homem por robôs provoca apreensão quanto à permanência do trabalho humano; acadêmicos rejeitam pessimismo Redação Por Cris Olivette Ao mesmo tempo em que a evolução tecnológica traz inúmeros benefícios, também Leia mais…

Diploma inútil? Por que tantas pessoas não conseguem trabalho em suas áreas(11/2016)

Nova pagina 1 Uol educação, http://educacao.uol.com.br/noticias/bbc/2016/11/04/diploma-inutil-por-que-tantas-pessoas-nao-conseguem-trabalho-em-suas-areas.htm, 04/11/201607h35 Diploma inútil? Por que tantas pessoas não conseguem trabalho em suas áreas Enquanto você lê esta reportagem, milhares de jovens pelo Brasil se preparam para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), prova que pode garantir a entrada deles na universidade. Os estudantes apostam Leia mais…

Riscos e precarização rondam trabalhador da construção civil: Autora de dissertação do Instituto de Economia aponta também trabalho análogo ao escravo (11/2016)

Nova pagina 6 Jornal da Unicamp, Campinas, 07 de novembro de 2016 a 20 de novembro de 2016 – ANO 2016 – Nº 674 Riscos e precarização rondam trabalhador da construção civil Autora de dissertação do Instituto de Economia aponta também trabalho análogo ao escravo Carlos Orsi Os trabalhadores no canteiro Leia mais…

Guia do espaço e designer de órgãos: Organização lista dez profissões do futuro: Estimativa americana aponta que 65% dos estudantes de hoje podem, no futuro, trabalhar em empregos que ainda não existem (09/2016)

Nova pagina 1 Portal G1, http://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/2016/09/guia-do-espaco-e-designer-de-orgaos-organizacao-lista-dez-profissoes-do-futuro.html, 13/09/2016 Guia do espaço e designer de órgãos: Organização lista dez profissões do futuro Estimativa americana aponta que 65% dos estudantes de hoje podem, no futuro, trabalhar em empregos que ainda não existem. BBC Foi-se o tempo em que as respostas para a pergunta Leia mais…

A geração que encontrou o sucesso no pedido de demissão (08/2016)

Nova pagina 4 O Estado de São Paulo, http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/ruth-manus/a-geracao-que-encontrou-o-sucesso-no-pedido-de-demissao/,17 Agosto 2016 | 11h06 A geração que encontrou o sucesso no pedido de demissão Carpe diem. Ruth Manus O cenário é mais ou menos esse: amigo formado em comércio exterior que resolveu largar tudo para trabalhar num hostel em Morro de Leia mais…

Frustração profissional ronda os trintões: Estudo aponta que os jovens com trinta anos estão insatisfeitos e só trabalham para sobreviver; especialistas dão dicas para evitar crise (07/2016)

Nova pagina 6 O Estado de São Paulo, http://economia.estadao.com.br/blogs/radar-do-emprego/2016/07/16/frustracao-profissional-ronda-os-trintoes/16 Julho 2016 | 23h04 Frustração profissional ronda os trintões Estudo aponta que os jovens com trinta anos estão insatisfeitos e só trabalham para sobreviver; especialistas dão dicas para evitar crise CRIS OLIVETTE Pesquisa indica que 52% dos jovens brasileiros com 30 Leia mais…

Pesquisa lista cargos mais bem pagos que não exigem nível superior: Área industrial/ operações é a que mais tem profissões no ranking (07/2016)

Nova pagina 8 Portal G1, http://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/2016/07/pesquisa-lista-cargos-mais-bem-pagos-que-nao-exigem-nivel-superior.html, 13/07/2016 Pesquisa lista cargos mais bem pagos que não exigem nível superior Técnico de petróleo lidera levantamento, com remuneração de R$ 5,4 mil. Área industrial/ operações é a que mais tem profissões no ranking. Do G1, em São Paulo Mesmo sem um diploma do Leia mais…

6 em 10 jovens não abrem mão do negócio próprio por carteira assinada: 81% com idade entre 18 e 34 anos não mantêm atividades profissionais. 95,3% dos jovens empreendedores possuem microempresas (04/2016)

Nova pagina 7 Portal G1, http://g1.globo.com/economia/pme/noticia/2016/04/6-em-10-jovens-nao-abrem-mao-do-negocio-proprio-por-carteira-assinada.html, 26/04/2016 11h25 – Atualizado em 26/04/2016 6 em 10 jovens não abrem mão do negócio próprio por carteira assinada 81% com idade entre 18 e 34 anos não mantêm atividades profissionais.  95,3% dos jovens empreendedores possuem microempresas. Do G1, em São Paulo Pesquisa realizada pelo Serviço Leia mais…

A maldição do trabalho em equipe: A moda de pôr os funcionários para colaborar uns com os outros nas empresas parece ter ido longe demais (03/2016)

Nova pagina 1 O Estado de São Paulo, THE ECONOMIST, http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,a-maldicao-do-trabalho-em-equipe,10000019291, 03 Março 2016 A maldição do trabalho em equipe A moda de pôr os funcionários para colaborar uns com os outros nas empresas parece ter ido longe demais Na moderna administração de empresas, as atividades colaborativas têm um status Leia mais…

Primeiros 10 anos de carreira são essenciais para os jovens, diz estudo Período inicial da carreira é quando os hábitos de trabalho são criados: Quem ficou sem emprego na juventude ganha até 21% menos aos 42 anos (01/2016)

Nova pagina 6 Portal g1, http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2016/01/primeiros-10-anos-de-carreira-sao-essenciais-para-os-jovens-diz-estudo.html, 22/01/2016 Primeiros 10 anos de carreira são essenciais para os jovens, diz estudo Período inicial da carreira é quando os hábitos de trabalho são criados.  Quem ficou sem emprego na juventude ganha até 21% menos aos 42 anos. Do G1, em São Paulo Estudo Leia mais…

– Classe média reforça trabalho autônomo: Brasileiros mais qualificados perdem vaga e buscam renda alternativa, mesmo com ganhos mensais menores (09/2015)

Nova pagina 2 Folha de São Paulo, Mercado, segunda-feira, 28 de setembro de 2015 Classe média reforça trabalho autônomo Brasileiros mais qualificados perdem vaga e buscam renda alternativa, mesmo com ganhos mensais menores Da população ocupada, 19,8% trabalham por conta própria, o maior patamar desde dezembro de 2006 JOANA CUNHADE Leia mais…

Não ligamos para onde você estudou em nossa seleção: Responsável pelo departamento de pessoas do Google, Laszlo Bock lança livro em que explica como empresa trata os funcionários (09/2015)

Nova pagina 4 Folha de São Paulo, Mercado, sábado, 19 de setembro de 2015 índice geral do jornal de hoje Entrevista – Laszlo Bock Não ligamos para onde você estudou em nossa seleção Responsável pelo departamento de pessoas do Google, Laszlo Bock lança livro em que explica como empresa trata os funcionários FILIPE Leia mais…

Falta de reconhecimento é o que mais desmotiva os jovens, aponta pesquisa: Atuar em tarefa diferente do combinado também reduz motivação (08/2015)

Nova pagina 4 Portal G1, 25/08/2015 07h00 – Atualizado em 25/08/2015 07h00 Falta de reconhecimento é o que mais desmotiva os jovens, aponta pesquisa Atuar em tarefa diferente do combinado também reduz motivação. Segundo especialista, profissional pode aproveitar para mostrar habilidades. Do G1, em São Paulo Pesquisa do Núcleo Brasileiro de Estágios Leia mais…

Trabalho terá mais risco, mas será mais livre: Nos EUA e na Europa, a proporção dos autônomos que dizem apreciar seu trabalho é superior à dos empregados (08/2015)

Nova pagina 2 Folha de São Paulo, Mercado, quinta-feira, 6 de agosto de 2015 ANÁLISE EMPREGO EM CRISE Trabalho terá mais risco, mas será mais livre Nos EUA e na Europa, a proporção dos autônomos que dizem apreciar seu trabalho é superior à dos empregados JOHN GAPPERDO "FINANCIAL TIMES", EM Leia mais…

Crise leva geração Y a enfrentar desemprego pela primeira vez: Desemprego bateu à porta dos brasileiros com mais intensidade este ano. Jovens consideram que as condições de trabalho pioraram bastante. (07/2015)

Nova pagina 5 Portal G1, http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2015/07/crise-leva-geracao-y-enfrentar-desemprego-pela-primeira-vez.html, 19/07/2015 07h34 – Crise leva geração Y a enfrentar desemprego pela primeira vez Desemprego bateu à porta dos brasileiros com mais intensidade este ano. Jovens consideram que as condições de trabalho pioraram bastante. Do G1, em São Paulo Renato Della Colleta já mudou de emprego Leia mais…

Caem os mitos sobre a relação dos jovens com o trabalho: Jovens em busca de emprego: ao contrário do que se acredita, eles são contratados mais rapidamente que os adultos (12/2013)

Nova pagina 6 Exame.com, http://exame.abril.com.br/revista-voce-sa/edicoes/187/noticias/raio-x-do-emprego-jovem, 12/12/2013 05:55 Caem os mitos sobre a relação dos jovens com o trabalho Jovens em busca de emprego: ao contrário do que se acredita, eles são contratados mais rapidamente que os adultos Mariana Amaro, da Você S/a São Paulo – "Eu sou preguiçoso (…). Até Leia mais…

O novo retrato da sociedade brasileira: As mulheres estão adiando a maternidade e o casamento, e são referência em 20% dos lares. Mas continuam ganhando menos que os homens e acumulam muito mais afazeres domésticos do que eles (12/2014)

Nova pagina 1 Revista Isto É, COMPORTAMENTO, |  N° Edição:  2352 |  19.Dez.14 – 20:00 |  Atualizado em 23.Dez.14 – 12:21 O novo retrato da sociedade brasileira As mulheres estão adiando a maternidade e o casamento, e são referência em 20% dos lares. Mas continuam ganhando menos que os homens Leia mais…

As 25 profissões mais bem pagas nos Estados Unidos: Anestesiologistas são os profissionais mais bem pagos nos EUA, com salário anual médio de 235.070 dólares (11/2014)

Nova pagina 4 Revista Exame, http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/as-25-profissoes-mais-bem-pagas-nos-estados-unidos, 29/11/2014 06:00 As 25 profissões mais bem pagas nos Estados Unidos Anestesiologistas são os profissionais mais bem pagos nos EUA, com salário anual médio de 235.070 dólares Claudia Gasparini, de Exame.com São Paulo – Profissionais de saúde têm os maiores salários nos Estados Unidos, de acordo com Leia mais…

Profissionais que mudam muito de emprego têm má reputação: Cinco trocas em 10 anos já é suficiente para taxar candidato de instável (11/2014)

Nova pagina 1 Portal G1, http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2014/11/profissionais-que-mudam-muito-de-emprego-tem-ma-reputacao.html, 03/11/2014 13h00 – Atualizado em 03/11/2014 13h00 Profissionais que mudam muito de emprego têm má reputação Profissional que para pouco no emprego é mais descartado nas seleções. Cinco trocas em 10 anos já é suficiente para taxar candidato de instável. Do G1, em São Paulo Os Leia mais…

Vale a pena começar a trabalhar antes dos 18 anos? Confira as vantagens e as desvantagens de iniciar uma carreira profissional tão jovem (09/2014)

Nova pagina 2 Correio Brasiliense, http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/profissoes-em-pauta/2014/09/10/interna2-profissoes-em-pauta,446308/vale-a-pena-comecar-a-trabalhar-antes-dos-18-anos.shtml, 10/09/2014 Vale a pena começar a trabalhar antes dos 18 anos? Confira as vantagens e as desvantagens de iniciar uma carreira profissional tão jovem Patrick Selvatti, Especial para o Correio A ânsia por ingressar no mercado de trabalho está chegando cada vez mais cedo Leia mais…

Jovens profissionais querem crescer em até um ano: Por não terem apego aos empregos, quem não é promovido busca novas oportunidades em outras empresas (08/2014)

Nova pagina 1 Correio Brasiliense, http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/profissoes-em-pauta/2014/08/17/interna2-profissoes-em-pauta,442604/jovens-profissionais-querem-crescer-em-ate-um-ano.shtml, 17/08/2014 Jovens profissionais querem crescer em até um ano Por não terem apego aos empregos, quem não é promovido busca novas oportunidades em outras empresas Patrick Selvatti, Especial para o Correio Os profissionais da geração “Z” ou Millenium estão chegando a um mercado de Leia mais…

É proíbido proibir: De forma clara ou não, empresas vetam namoro de funcionários e promovem demissões por causa disso; Justiça dá ganho de causa a profissionais e diz que medida é ilegal por invadir a privacidade (07/2014)

Nova pagina 6 Folha de São Paulo, Carreiras e Empregos, DOMINGO, 20 DE JULHO DE 2014 É proíbido proibir De forma clara ou não, empresas vetam namoro de funcionários e promovem demissões por causa disso; Justiça dá ganho de causa a profissionais e diz que medida é ilegal por invadir Leia mais…

Daniel Goleman: “A tecnologia degrada nossa concentração”: Em seu novo livro, o psicólogo, autor do best-seller Inteligência emocional, afirma que a concentração é uma característica fundamental para o sucesso (02/2014)

Nova pagina 8 REVISTA ÉPOCA, 28/01/2014 07h00 – Atualizado em 28/01/2014 07h53 Daniel Goleman: “A tecnologia degrada nossa concentração” Em seu novo livro, o psicólogo, autor do best-seller Inteligência emocional, afirma que a concentração é uma característica fundamental para o sucesso NATÁLIA SPINACÉ O psicólogo Daniel Goleman se tornou um dos mais Leia mais…

× clique aqui e fale conosco pelo whatsapp
string(158) "Do corte da cana para o doutorado: Ex-cortador de cana se formou e defendeu tese sobre o trabalho penoso dos canaviais; hoje dá aulas na PUC (05/2013)"